Bem vindo ao blog da Cosmedical!

O que ninguém nunca te contou sobre o Cabelo Caindo da Raiz

O que ninguém nunca te contou sobre o Cabelo Caindo da Raiz
Compartilhe

Entenda tudo sobre o seu cabelo caindo da raiz e descubra o que fazer para reverter essa situação.

A queda capilar pode ser um incômodo para muitas pessoas, e se você está preocupado com a queda excessiva de cabelo, a primeira coisa que se deve fazer é agendar uma consulta com o seu dermatologista.

Em alguns casos a queda capilar pode ser considerada normal. Diariamente chegamos a perder até 100 fios. Se a percepção for de um número maior que este a queda pode estar atrelada a outras causas.

A queda pode ocorrer normalmente, quando o fio se desprende da raiz devido ao fim do seu ciclo normal Porém a queda também pode ocorrer devido ao  uso excessivo de produtos químicos, utilizados em procedimentos como alisamentos, descoloração, tinturas, ou pela exposição do fio ao calor através do uso de chapinhas e escovações.

Além dos procedimentos estéticos o cabelo pode cair por outros motivos, que vão desde  estresse ou má alimentação até causas genéticas. Portanto realizar  tratamentos com remédios caseiros e estabelecer um diagnóstico sem o acompanhamento devido de um médico dermatologista podem piorar o quadro.

por que o cabelo cai

Por que o cabelo cai?

 

Basicamente, em seu estado normal, um fio de cabelo cai para que outro fio possa crescer no lugar, esse é o ciclo natural do cabelo.

O cabelo possui 3 fases no seu ciclo de vida: a fase de crescimento (anágena) que pode durar até 7 anos, a fase de transição (catágena) que dura apenas algumas semanas e a fase de repouso que pode durar até 3 meses.

Quando essas fases entram em desarmonia, pode haver uma diminuição significativa no volume capilar devido a queda precoce ou a um atraso na etapa de crescimento de novos fios.

fases do cabelo

Fases do cabelo

 

Anágena 

A fase anágena é a fase responsável pelo crescimento do fio de cabelo. Ela é fundamental para se obter um cabelo volumoso  e saudável podendo durar de 2 a 7 anos. Nessa fase o novo fio de cabelo se forma, recebe nutrientes para crescer de maneira saudável e o metabolismo da raiz acelera para garantir que a divisão de células capilares seja a mais rápida e eficiente possível.

Catágena 

A fase catágena é a fase de transição do fio de cabelo. Ela se inicia  logo que a fase anágena termina e dura apenas algumas semanas. Nessa fase a raiz do folículo capilar  diminui de tamanho fazendo com que o fio se desprenda dela. Então o fio começa a subir em direção a superfície do couro cabeludo.

 

Telógena 

A fase telógena é a fase de repouso e pode durar até 3 meses. Nessa fase o fio de cabelo começa a cair. Nesse processo, ele pode se soltar e cair por si só, ou ser empurrado para fora por um novo fio que está em processo de crescimento, dando início a um novo ciclo de crescimento.

 

Queda normal de cabelo:

 

É normal que os fios de cabelo caiam em sua fase telógena. A queda de cabelo é considerada normal quando não se ultrapassa o limite de 100 fios por dia.

Os fios de cabelo que caem são continuamente repostos por novos, porém quando esta reposição não acontece e surgem espaços rareados na cabeça é preciso começar a se preocupar pois a queda pode estar relacionada com alguma doença.

 

Queda de cabelo pode ser sintoma de câncer?

 

Em casos incomuns, a queda de cabelo pode ser um dos sintomas sim, porém são raros  os casos em que a queda de cabelo pode ser tida  como um sintoma de câncer. Frequentemente o tratamento do câncer, em caso de radioterapia ou quimioterapia, está ligado à queda de cabelo, pois a perda dos fios é um dos efeitos colaterais mais comuns.

Dessa forma, no caso de queda capilar a probabilidade é maior que tal caso esteja relacionado com algum outro tipo de doença, como lúpus, problemas na tireóide ou até mesmo anemia.

A queda de cabelo deve ser observada com atenção! Quanto antes os sintomas forem percebidos e o diagnóstico for feito, maior a chance de reversão do quadro.

doenças que fazem cair o cabelo

Quais doenças fazem cair o cabelo?

 

Lúpus

Quando o lúpus não é tratado adequadamente, ou antes do seu diagnóstico, pode ocorrer a queda excessiva de cabelo.

Lúpus é uma inflamação crônica da pele e órgãos internos onde o sistema imunológico do paciente, que deveria protegê-lo, passa a atacar as próprias células e se caracteriza principalmente pela aparição de ulcerações ou manchas no corpo.

Tireóide

A tireóide é uma glândula, que se localiza na parte inferior do pescoço, e que determina o bom funcionamento do corpo humano, pois regula a função de órgãos importantes.Quando o seu funcionamento está comprometido devido alguma  disfunção, a energia disponível para as células trabalharem e as vitaminas presentes são direcionadas para áreas vitais do organismo em vez de serem direcionados para cabelos, pele e unhas, deixando em déficit tais regiões. Ou seja, essa situação, o cabelo não recebe os nutrientes necessários para um crescimento saudável. om isso a aparência muda e a queda de cabelo pode começar a ser perceptível.

Anemia

A anemia se caracteriza pela deficiência de alguns nutrientes no organismo, em principal o ferro. A má alimentação é o principal motivo para essas deficiências.

O ferro tem um papel muito importante para o crescimento saudável dos cabelos, por isso a sua falta no organismo pode causar a queda capilar excessiva.

É importante saber que a  queda dos cabelos é apenas um dos sintomas da anemia. Por isso deve-se observar se a queda está associada com episódios de fraqueza, e assim procurar um médico o mais rápido possível.

Cabelo caindo muito é falta de vitamina

Cabelo caindo muito é falta de vitamina?

 

A falta de vitaminas pode ser um enorme vilão quando o seu cabelo está caindo pela raiz. As vitaminas auxiliam no processo de crescimento capilar, deixando o cabelo mais bonito, saudável e resistente à queda. Abaixo temos uma lista com as principais vitaminas que auxiliam na saúde dos folículos capilares. Confira!

Vitamina A

A vitamina A é um nutriente que auxilia na hidratação e crescimento saudável do cabelo. Sua insuficiência pode causar queda, crescimento reduzido e até deixar a aparência do fio opaca, ou seja, sem brilho.

Vitaminas do Complexo B

O complexo B é composto por nove vitaminas que auxiliam no metabolismo celular, fazendo com que o cabelo cresça mais forte e mais saudável.

Vitamina C

A vitamina C protege o cabelo das agressões diárias e tem ação antioxidante. Diariamente fatores externos, como poluição ou radiação solar, induzem o organismo a produzir radicais livres, ou seja, moléculas que oxidam os fios. A  vitamina C ajuda a restaurar e bloquear tais  danos.

Vitamina D

A vitamina D é um composto que mantém o equilíbrio mineral do corpo. Impressionantemente essa vitamina é produzida pelo próprio organismo e para  a produção da mesma, o corpo precisa ser exposto a luz solar, que penetra pelos poros e também pelo folículo capilar.

Vitamina E

A vitamina E auxilia na circulação sanguínea, sendo um excelente estímulo para o crescimento capilar, já que com a melhora da circulação há um aumento no aporte de nutrientes e oxigênio que chegam até o folículo capilar.

Ferro

O ferro é um dos micronutrientes mais benéficos para o corpo humano.  Dentre uma de suas funções principais, é responsável por formar hemoglobina, a molécula de sangue responsável pelo transporte de oxigênio no corpo. Sua deficiência causa queda capilar por falta de oxigênio, nutrientes e disfunção de hormônios no processo de crescimento.

Se o seu cabelo estiver caindo da raiz o mais indicado é procurar um médico dermatologista o quanto antes e solicitar exames para saber o real motivo da queda. Muitas vezes a queda pode não estar relacionada a uma doença e sim a um déficit de vitaminas, assim como exposto ao longo do texto, e pode ser facilmente resolvida com um tratamento domiciliar a ser indicado pelo seu médico.

Com essas informações fica mais fácil de entender que a queda capilar pode acontecer por motivos diferentes, não é mesmo?

Então baixe agora mesmo o e-book “Como parar a queda de cabelo.” e continue cuidando da sua saúde!

1 comentário

  1. Wesley 4 de julho de 2018 @ 17:00

    Muito bom.

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

*